Povos

Raças, estirpes, clãs, linhagens e outros agrupamentos sociais da narrativa.

Accalaurie

Raça não humana e inteligente, constituída de antimatéria orgânica, originária de um universo antimaterial, que apareceu no ano 3431 na Via Láctea em uma viagem de pesquisa. Uma vez que eles consistem de antimatéria, eles foram classificados primeiramente como uma grande ameaça para a Via Láctea. Naturalmente, eles se chamavam por outro nome.

Demônio negro (Povo)

Povo não humano do Enxame. Os demônios negros representam as forças armadas principais do Enxame. Como base genética para os demônios negros, serviu o povo dos karties, os conquistadores amarelos. A partir deles, os chamados demônios foram criados por um processo parabiofísico. Os demônios negros são criaturas com cerca de vinte metros de altura e são negros como carvão. Por causa da cor de sua pele é que receberam esse nome. Possuem um corpo em forma de torre com membros que parecem imóveis. Carregam um hipnocristal de um metro implantado no crânio.

Pré-zwotter

Povo inteligente não humano da Via Láctea. Esse nome foi dado pelo vincranês Harzel-Kold para designar os habitantes originais do planeta Zwottertracht, situado no Punho de Provcon. Ele acreditava que os pré-zwotters eram os ancestrais dos atuais zwotters, embora esses não tenham mais conhecimento disso. Aparentemente, os pré-zwotters dominavam uma para-arte especial: eles conseguiam montar de forma paramental diferentes elementos normalmente não conectáveis em cadeias moleculares.

Tekhetense

Povo inteligente humanoide da Via Láctea, habitante da lua Tekheter, situada na nebulosa escura Punho de Provcon.

Aparência


Os tekhetenses são descendentes indiretos dos lemurenses.

Caracterização


É um grupo dissidente dos vincraneses.

Sociedade


Eles têm uma lei básica: ninguém pode forçar um tekhetense a fazer ou deixar de fazer alguma coisa que ele não queira.

Sceddoriano

Povo humanoide, habitante do planeta Sceddo, situado na galáxia Ganuhr.

Aparência


Os sceddorianos têm cerca de 1,30 m de altura e uma pele transparente, de modo que os nervos e os vasos sanguíneos, assim como parcialmente também órgãos internos, são claramente visíveis. A cabeça, semelhante à do ser humano em princípio, tem, em comparação com os terranos, olhos e orelhas subdesenvolvidos; a boca é muito pequena.

Zaphoorense

Povo não humanoide. Os zaphoorenses são habitantes do castelo cósmico do Poderoso Murcon, que eles chamam de Grande Hospedaria. A forma básica dos zaphoorenses deve ter sido humanoide, mas uma mutação ao longo do tempo permitiu aos zaphoorenses se tornar um povo com as formas corporais mais estranhas e grotescas. Originalmente, eles eram hóspedes de Murcon, mais tarde assumiram o castelo, desalojando-o e matando-o.

Anskeno

Povo não humano descendente de insetos inteligentes que vivem no planeta Datmyr-Urgan, situado na galáxia Tschuschik.

Voghe

Povo não humano de origem desconhecida, habitante do planeta Buran, situado numa galáxia desconhecida. Os voghes lembram vagamente tartarugas terranas. Eles têm um corpo quadrático de cerca de 1,50 metro de altura e a mesma largura, e carregam nas costas um escudo blindado curvado para fora, de cor verde-musgo. O peito e a barriga também estão cobertos por escamas de cor verde-musgo. Na metade da altura do corpo, por assim dizer no meio da barriga, encontra-se a entrada do estômago. Esse é o único ponto do corpo que não está coberto com escamas ou blindagens.

Suskohne

Povo humanoide. Os suskohnes são uma estirpe extinta do povo dos wyngers. Seu mundo natal é Sainderbaehn, o segundo planeta do sistema Nagaidir, situado na galáxia Algstogermaht. Ao contrário de seus antepassados, os diminutos wyngers, eles alcançam uma altura média de 1,79 metro. Possuem uma pele de cor verde-limão delicado e cabelos cor de cobre. As variações da cor de seu globo ocular variam de coral até rosa-claro. Eles representaram anteriormente a maior parte daqueles comandos de busca que foram enviados pela Roda Universal para encontrar o Olho.

Páginas