Terceira Potência

Organização Estatal/Bloco de poder galáctico. Estado terrestre criado por Perry Rhodan, um piloto de testes desertor da Força Espacial dos Estados Unidos. Valendo-se da supertécnica da nave exploradora dos arcônidas, Rhodan instalou uma base no deserto de Gobi, tendo como ponto de partida o local onde a Stardust havia aterrissado. Tornou-se o presidente e o chefe deste estado.

Estrutura política


Estrutura de governo

A estrutura governamental da Terceira Potência assemelhava-se à de uma ditadura militar moderada, condicionada pelas necessidades. O presidente Perry Rhodan, em cujas mãos se encontrava o poder dos arcônidas, inevitavelmente governou como ditador. Em última instância, ele decidia sobre todas as medidas a serem tomadas, pelo que apenas pequenos princípios de democracia se tornaram visíveis durante a existência da Terceira Potência.

Sede do governo

A sede do governo era a cidade de Galáxia, que foi renomeada de Terrânia em 19 de junho do ano de 1980.

Área do governo

A área do governo se estendia para a área inicialmente ocupada, e depois comprada, ao redor do local de pouso da Stardust. Além disso, Vênus e a fortaleza arcônida localizada ali foram integradas no território da Terceira Potência. A Terceira Potência estabeleceu até o ano de 1975 outras bases em Plutão e Titã.

Espaçonaves/frota espacial


O estoque de naves terranas era um conglomerado de naves de origem muito diversa, que Perry Rhodan apropriou-se de várias operações de comando. A primeira nave de Rhodan foi a Stardust, com a qual ele voou para a Lua no ano de 1971 como um americano do Bloco Ocidental e retornou à Terra como um cidadão do mundo. Após o pouso, ele declarou que a área ao redor da Stardust e todos os objetos nela eram propriedade da Terceira Potência. No entanto, a Stardust nunca decolou novamente. Após a destruição da Aetron, Rhodan assumiu a única nave auxiliar intacta do cruzador arcônida. Esse cruzador ultraleve de 60 metros foi batizado de Good Hope. Embora Thora, a comandante da Aetron, tenha protestado dizendo que foi privada do comando de sua última nave, porém, ela finalmente sucumbiu ao seu destino. Em 7 de julho do ano de 1972, Rhodan descobriu na fortaleza de Vênus seis antigos caças arcônidas de um homem só em construção de fuso. Ele prontamente requisitou-os para a Terceira Potência, contra o que ninguém objetou. Como as máquinas não eram adequadas para ultraluz, elas também não podiam servir a Thora para o retorno a Árcon. Essas máquinas foram reconstruídas nos anos seguintes por engenheiros terrestres e parcialmente melhoradas. No ano de 1975, Rhodan em sua expedição a Vega capturou um couraçado de 800 m, a Stardust III. A nave da classe Império arcônida, como espólio, tinha sido a espinha dorsal das forças armadas dos tópsidas. A bordo havia também 12 naves auxiliares do tamanho da Good Hope. Primeiramente, referidas como S-1 a S-12 - o S significando Stardust - elas foram posteriormente classificadas como naves da classe Good Hope e renomeados em conformidade. Também no estoque da Terceira Potência, no ano de 1975, havia numerosos caças espaciais de um homem só. Esses eram principalmente réplicas terranas dos caças espaciais de Vênus, mas também novos tipos de caças arcônidas foram encontrados a bordo da Stardust III. Um esquadrão de caças espaciais compreendia 54 máquinas, havia pelo menos três esquadrões. Em junho do ano de 1980, a Terceira Potência dispunha de dois cruzadores pesados da classe Terra: primeiro o Terra, depois o Solar System. A construção de mais dois cruzadores se encontrava em fase bastante adiantada. A frota de caças espaciais aumentou para dez esquadrilhas. Eram mil e oitenta aparelhos aptos a enfrentar as condições reinantes no espaço, e que só por si bastariam para garantir à Terceira Potência um predomínio absoluto sobre a Terra. O exército era formado por dez mil homens. Estavam equipados com armamento arcônida e equivaliam pelo menos a vinte vezes esse número de soldados convencionais. Já em 26 de novembro do ano de 1982, o Centauro foi colocado em serviço, o terceiro cruzador pesado da produção da Terra. No ano de 1983, os terranos descobriram então no planeta Goszul uma nave cilíndrica dos saltadores em construção e a roubaram. O couraçado foi concluído sob supervisão terrana e batizado de Ganymed. Em 3 de junho do ano de 1984, os terranos, durante sua primeira visita a Árcon, roubaram sob a liderança de Rhodan, um supercouraçado de 1.500 m de diâmetro da classe Império (classe Universo arcônida), e o denominaram de Titan. As naves auxiliares a bordo também chegaram à posse da Terceira Potência.

Classes de espaçonaves

  • Classe D, classe Good Hope, classe Império, classe Stardust, classe Terra.

Tipos de espaçonaves

  • Caça espacial, couraçado, cruzador, cruzador pesado, destroier espacial, gazela, girino, nave-disco, nave esférica, shift, supercouraçado, torpedo.

Naves capitânias

No ano de 1971, era a Good Hope; no ano de 1975, a Stardust III; no ano de 1984, a Titan.

História


A história prévia

No ano de 1971, a situação política mundial estava em ponto de ebulição. Apenas os esforços constantes dos diplomatas impediram que a Guerra Fria entre o Bloco Ocidental e a Federação Asiática (FA) escalasse em uma Terceira Guerra Mundial conduzida com armas nucleares. O Bloco Oriental com os Estados da URSS, ligeiramente associado à FA, naquele momento já não desempenhava mais um papel muito relevante, ele se concentrava mais em seu programa de pouso lunar, mas também participou da corrida armamentista global.

  • Nota: Uma Terceira Guerra Mundial que segue esta era politicamente turbulenta sem liderança de guerra como um cenário hipotético, quando vários estados da Terra combateram com armas nucleares, naquele momento apareceu como uma possibilidade real, que poderia chegar a qualquer momento. Ela era uma ameaça constante para a própria vida, que todos tinham em mente, inclusive também os autores.

Quase ao mesmo tempo - com uma pequena vantagem do Bloco Oriental -, ocorreu a tentativa de todos os blocos de poder, aterrissar primeiro na Lua e assim demonstrar ao mundo sua superioridade técnica. Enquanto o foguete lunar da FA explodiu pouco depois da decolagem a uma altura de 100 quilômetros e nenhuma informação sobre a nave lunar do Bloco Oriental se tornou conhecida, a tripulação da Stardust, em 19 de junho do ano de 1971, conseguiu um pouso bem-sucedido na Lua. Depois que seu comandante, o major Perry Rhodan, encontrou lá o cruzador de pesquisa Aetron dos arcônidas em 28 de junho do ano de 1971 e retornou para a Terra com o doente terminal Crest de Zoltral, ele decidiu não deixar a tecnologia alienígena cair nas mãos do Bloco Ocidental, porque essa vantagem de conhecimento inevitavelmente levaria a uma guerra com o Bloco Oriental e a Federação Asiática.

Eventos da fundação

Em vez disso, ele pousou a Stardust em 29 de junho no meio do deserto de Gobi, no território da Federação Asiática, nas margens do lago Goshun. Lá, o desertor proscrito pelo Bloco Ocidental como um alto traidor e o inimigo número um do mundo, pode desafiar os ataques das potências mundiais sob uma cúpula de campo energético e então criou uma “terceira” potência independente entre os dois principais blocos de poder, o Bloco Ocidental, com os estados da OTAN, e a Federação Asiática (FA). A área circular da Terceira Potência dentro do campo defensivo energético inicialmente cobria pouco mais de doze quilômetros quadrados e depois expandiu-se para quase oitenta quilômetros quadrados.

  • Citações de Perry Rhodan:
  • “[...] O Bloco Ocidental e a Federação Asiática estão se defrontando. Desde que a China se tornou a maior potência atômica, o Bloco Oriental, dirigido por Moscou, só desempenha um papel secundário. Somos o fiel da balança, o único poder que se interpõe entre as duas superpotências. Contamos com os recursos incríveis dos arcônidas. [...]”.
  • “[...] Formarei uma terceira potência, que será neutra, ficando equidistante dos blocos que se defrontam sobre a Terra. [...]”.
  • “[...] Aqui fala Perry Rhodan, representante do terceiro poder da Terra. Uma vez que o mundo se prepara para a guerra que trará o fim da espécie humana, não quero deixar de formular uma última advertência. Por meio dela provarei que a nação ou Estado que disparar o primeiro foguete atômico será destruído imediatamente. [...]”.

O impedimento da Terceira Guerra Mundial

Em 22 de julho do ano de 1971, a liderança política da Federação Asiática decidiu usar suas armas nucleares contra os Estados Unidos por causa de sua “base americana” em seu território, e dois minutos depois, os americanos contra-atacaram. O Bloco Oriental disparou todos os seus mísseis na localização da Stardust. Com a ajuda da técnica dos arcônidas, a Terceira Potência impediu a eclosão da terceira guerra mundial. Devido ao campo antineutrônico arcônida ativado por Thora de Zoltral, as armas causaram apenas danos mínimos. Esse resultado levou a uma mudança imediata na atitude política das principais potências. Eles agora viram seu inimigo comum na Terceira Potência.

O conflito com as superpotências terrestres

Em seu confronto com os blocos de poder que tentaram, por todos os meios, eliminar a Terceira Potência, Rhodan tinha duas vantagens decisivas: a alta tecnologia arcônida e os dons espirituais dos mutantes recrutados por ele - após seu sequestro violento - que estão convencidos das visões de Rhodan de uma humanidade unida. Depois que os blocos de poder dominantes concordaram, após a defesa bem-sucedida contra os fantanitas, em reconhecer a Terceira Potência como um estado, Rhodan, através de Reginald Bell, comprou por sete bilhões de dólares da FA, o território central da cúpula energética ocupado por ele, bem como a terra circundante com um raio de 50 quilômetros. Para obter o capital necessário, Homer G. Adams foi recrutado, que foi preso no ano de 1957 por causa da especulação da bolsa de ações. Uma falsa invasão alienígena causou um colapso da bolsa de ações, que foi explorado para lucros fraudulentos. Além disso, a Terceira Potência assumiu, através de sua recém-fundada empresa GCC, parte das principais empresas industriais. Assim, a Terceira Potência também tornou-se economicamente viável. O capital de giro da GCC no início do ano de 1972 era de 35 bilhões de dólares.

Os trabalhos de construção

No início do ano de 1972, Rhodan com a Good Hope voou pela primeira vez para Vênus, onde planejava construir uma base. No entanto, a expedição teve que ser interrompida prematuramente devido à invasão iminente dos deformadores individuais (DIs). Depois que o perigo dos DIs foi eliminado, Rhodan partiu em maio do ano de 1972 com uma nova expedição para Vênus. Ali, ele encontrou a Fortaleza de Vênus, que foi convertida na primeira base militar fora da Terra no Sistema Solar. A ameaça alienígena permitiu que Perry Rhodan buscasse a aprovação dos três principais blocos de poder da Terra para construir uma frota espacial. Isso não deveria garantir apenas a segurança, mas também aumentar a economia. Após a expulsão final dos deformadores individuais, a Terceira Potência pode se desenvolver em paz. Com o tempo sua base em torno da cúpula energética cresceu e se transformou numa cidade real, a qual foi batizada, inicialmente, com o nome de Galáxia e, depois, Terrânia. No ano de 1975 ela já contava com 230 mil habitantes. Também criou um exército regular e uma frota espacial. A técnica dos arcônidas também ajudou a controlar o clima. Dessa forma o antigo deserto de Gobi transformou-se numa área arborizada e fértil.

A consolidação após o ano de 1975

No ano de 1975, Rhodan deixou pela primeira vez o Sistema Solar nativo, porque no sistema Vega surgiu uma força de ataque dos tópsidas. Como Rhodan via o limite da influência da Terceira Potência em um raio de 50 anos-luz, ele julgou a entrada dos tópsidas como perigosa para a humanidade ainda não unida. Os tópsidas foram expulsos. Rhodan ganhou a Stardust III como um novo couraçado e também adquiriu os planos de construção para a tecnologia de transmissor de matéria dos ferrônios, que então se tornaram os novos parceiros comerciais. A Terra ganhou assim seu primeiro aliado alienígena. Posteriormente, Rhodan foi em busca da solução da Charada Galáctica e assim perdeu mais de 4 anos. Durante esse tempo, Michael Freyt gerenciou a Terceira Potência a partir da cidade Galáxia. Sob sua liderança, as forças armadas da Terceira Potência foram criadas e as primeiras naves completadas. Além disso, Allan D. Mercant, no ano de 1975, conseguiu fundar a FDT, uma associação de todos os serviços secretos e de segurança da Terra. No retorno de Rhodan no ano de 1980, Freyt pode mostrar a ele uma infra-estrutura consolidada. A política externa para as outras potências mundiais, contudo, havia sofrido. Acreditava-se que Rhodan já estava perdido e o Bloco Oriental se tornou uma ameaça à paz mundial na tentativa de colonizar Vênus. Em pouco tempo, esses esforços de separação extremos foram interrompidos por Rhodan. Em junho do ano de 1980, no nono aniversário da partida da Stardust, a cidade Galáxia foi renomeada para Terrânia, na esperança do estabelecimento antecipado de uma humanidade unida. A Terceira Potência já tinha as primeiras naves da classe Terra naquela época, a frota de caças espaciais cresceu para dez esquadrões - um total de 1.080 máquinas – e o exército incluía 10 mil homens, que tinham sido equipados com armas arcônidas e eram muito superiores a qualquer exército convencional.

A primeira colônia terrana

No ano de 1981, a expedição fracassada de Vênus do Bloco Oriental sob o general Tomisenkow subordinou-se à Terceira Potência, já que ela não poderia esperar mais apoio de casa. Assim, a primeira colônia terrana foi fundada em Vênus, que agora era apoiada com os meios da Terceira Potência.

A ameaça do Supercrânio

Depois de retornar de Vênus, a Terceira Potência teve que lidar com um novo oponente: o Supercrânio. Ele era um mutante muito poderoso que forçou outros mutantes ainda não descobertos sob sua vontade e os usou para fazer vários ataques. Por exemplo, ele fez Homer G. Adams manipular, o que resultou na perda de bilhões da GCC na bolsa de ações. Ele também tentou atrair o próprio Perry Rhodan para uma armadilha e matar, mas essa tentativa falhou. Unindo forças, finalmente conseguiu-se libertar os mutantes dominados pelo Supercrânio. O Supercrânio escapou para Marte, para buscar ali a ajuda de seu mutante mais poderoso, Ivã Ivanovitch Goratchim, mas esse também foi retirado do controle. O Supercrânio fugiu novamente e morreu em um acidente. Assim, um grande perigo foi evitado e o Exército de Mutantes enriquecido com 12 mutantes. Durante esse tempo, outro membro importante de Rhodan entrou no palco, que nessa época estava frequentando a escola de cadetes: Julian Tifflor.

Os confrontos com os saltadores

Julian Tifflor também foi quem desencadeou o próximo confronto alienígena ao desempenhar o papel de “chamariz cósmico”. Isso levou aos primeiros confrontos armados com os saltadores no sistema Beta-Albireo. A Terceira Potência não estava disposta a se submeter ao monopólio comercial, e Rhodan ainda estava muito preocupado em não deixar que a posição da Terra fosse conhecida. E, é claro, ele não estava disposto a trair a localização do planeta Peregrino, que os saltadores particularmente desejavam. Após a destruição de uma revolta de robôs desencadeada pelos saltadores, finalmente surgiu um governo mundial terrano. O primeiro administrador foi Perry Rhodan. Assim, a Terceira Potência ainda era a nação dominante. Rhodan pediu ajuda a Aquilo contra os saltadores e a recebeu na forma de dois transmissores fictícios. Assim foi alcançada uma vitória decisiva na próxima batalha. Os saltadores retiraram-se por enquanto, mas se não conseguiu evitar a destruição do planeta Homem de Neve por uma bomba de Árcon. No sistema Tatlira, ocorreram os próximos confrontos. Rhodan soube de uma reunião dos saltadores, onde o destino da Terra deveria ser discutido. Ele enviou seus mutantes para o planeta Goszul para sabotar a assembleia. A Operação Lance Galáctico não se materializou completamente, fazendo com que Tako Kakuta disparasse uma minibomba atômica que destruiu 80% dos patriarcas reunidos. Eventualmente, eles conseguiram expulsar os saltadores e livrar o planeta Goszul da ocupação pela epidemia do esquecimento. A recompensa foi um couraçado de grande porte dos saltadores totalmente funcional que eles deixaram no planeta e foi imediatamente confiscado pelos terranos.

A expedição para o sistema Árcon

Com essa nave, no ano de 1984, Rhodan partiu para Árcon para finalmente cumprir a Crest e Thora uma promessa há muito prometida. Para sua surpresa, no entanto, houve mudanças drásticas: o último Imperador degenerado havia sido deposto e o Robô Regente havia tomado o poder. Ele havia sido construído há muito tempo para esse propósito. Os terranos foram mantidos contra sua vontade e conseguiram escapar. Ali, eles roubaram um supercouraçado, a mais tarde Titan, que agora era declarado propriedade dos terranos. No entanto, Rhodan não queria antagonizar com o Robô Regente e tentou deixar claro que os terranos não eram inimigos. Apesar disso, ele não traiu a posição da Terra para ele porque não queria que ela fosse incorporada ao Grande Império. No planeta Zalit, os terranos descobriram uma conspiração e restauraram a ordem. Posteriormente, Rhodan descobriu a pista de uma conspiração dos aras e, ela terminou com algum esforço, depois que a sua tripulação foi infectada no planeta Honur pela peste de nonus. No planeta Aralon, uma cura pôde ser encontrada e os aras foram colocados contra a parede. O Robô Regente reconheceu Rhodan como um aliado de pleno direito nesse momento. Além disso, Rhodan ganhou o superpesado Talamon como amigo. Com a Terra ainda muito fraca em comparação com o resto da Via Láctea, Rhodan idealizou um plano para protegê-la de qualquer ataque. Ele fingiu sua destruição ao passar um planeta no sistema Betelgeuse como a Terra, que foi então também destruído como planejado pelos saltadores.

A Humanidade unida

A Terceira Potência defendeu a Terra contra as tentativas de invasão vindas do espaço. No ano de 1981, já mantinha um vivo intercâmbio comercial com os ferrônios. Pouco depois conseguiu a união da Humanidade num governo mundial único. Em 1º de janeiro do ano de 1990, finalmente, a Terceira Potência cresceu e se transformou no Estado conhecido como o Império Solar.


 

Créditos: 

Fontes


  • PR01, PR02, PR04, PR05, PR06, PR07, PR09, PR10, PR11, PR12, PR14, PR15, PR19, PR20, PR21, PR24, PR25, PR26, PR27, PR28, PR29, PR30, PR32, PR33, PR34, PR36, PR37, PR38, PR39, PR40, PR42, PR45, PR48, PR49, PR50, PR985.
  • Seção Glossário da edição digital da SSPG: volumes especificados no campo Glossários Veiculados.
  • Internet: Informações extraídas em parte do site Perrypedia (www.perrypedia.proc.org). This article uses material from the Perrypedia article “Dritte Macht”, which is released under the GNU Free Documentation License 1.2. Informações extraídas em parte do site Perry Rhodan und Atlan Materiequelle (www.pr-materiequelle.de/Die Dritte Macht). Informações extraídas em parte do site Crest-Datei (www.crest-datei.de/Die Dritte Macht).
Seção do Site: