Verkutzon

Ferreiro da Armada, um dos chamados filhos de Ordoban. Ele é o comandante da Grundamoar, uma boia-dormitório transformada em nave-laboratório.

Descrição Física


A sua cabeça prateada e sem pelos, cujo rosto não é nem claramente masculino nem feminino, dá a ele mais a aparência de uma criatura de plástico em seu traje de plástico preto do que um ser vivo. A sua pele prateada costuma brilhar sob a luz da sua chama da Armada.

Características Psicológicas


Em geral, Verkutzon não se importa com a solidão. Ele está acostumado a ficar sentado na sua poltrona na central da nave, quieto e em silêncio, e manter um diálogo interno, já que não sobraram muitos ferreiros da Armada, e as horas em que eles têm contato direto entre si são contadas.

História


Em agosto do ano 426 NCG, Verkutzon recebeu de um manchado, um dos corvos brancos traidores, que estava cumprindo uma tarefa para ele o Anel dos Cosmocratas, o Olho de Laire e uma amostra do tecido de Perry Rhodan. Gucky e Alaska Saedelaere também encontraram o prateado, que estava protegido por um forte campo energético. Gucky foi testemunha ocular de como Verkutzon destruiu com tiros de radiação o Anel e o Olho, os quais se desintegraram em pó incandescente. Depois disso, devido ao ataque dos enviados terranos, Verkutzon saiu da Grundamoar levando a amostra de células de Perry Rhodan, com a qual ele pretendia criar um sincrônito, uma duplicata do terrano.


 

Créditos: 

Fontes


  • PR1120, PR1121.
  • Seção Glossário da edição digital da SSPG: volumes especificados no campo Glossários Veiculados.
  • Internet: Informações extraídas em parte do site Perrypedia (www.perrypedia.proc.org). This article uses material from the Perrypedia article “Verkutzon”, which is released under the GNU Free Documentation License 1.2.
Seção do Site: